(19) 3481.9200
03/04/2018

Em viagem a São Paulo, Helinho Zanatta e Thiago Silva garantem mais R$ 11,7 milhões para São Pedro

Prefeito Helinho Zanatta, diretora do DADETUR Nanci Galuzio, gestora de convênios Karla Losso e vice prefeito e diretor do SAAESP Thiago Silva

 

O prefeito Helinho Zanatta, o vice-prefeito e diretor-presidente do Saaesp (Serviço Autônomo de água e Esgoto de São Pedro), Thiago Silva e a gestora de convênios da Prefeitura de São Pedro, Karla Losso, foram nesta terça-feira a São Paulo para assinar quatro convênios importantes:  dois do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos)  e dois do Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos). Juntos, os convênios garantem ao município investimentos de R$ 11.763.544,38.

“São investimentos de grande volume e importância que não garantem apenas benefícios para as áreas para as quais são destinadas, mas geram um atrativo extra para a instalação de empresas na cidade e isso fica comprovado com o aumento da procura por pessoas que buscam o município com interesse de iniciar atividades em São Pedro”, disse o prefeito Helinho Zanatta.

 “Esse novo perfil de São Pedro, inclusive que é destaque no Aglomerado Urbano, com certeza é um diferencial para a atração de investimentos externos para o município”, complementou Thiago Silva.

Os convênios do Fehidro tratam da instalação do coletor tronco da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) do Horto Florestal. Esta obra, que receberá verba de R$ 5,9 milhões, considerados os recursos do Fundo Estadual e a contrapartida do Saaesp, vai mais que dobrar a capacidade de tratamento da ETE. Atualmente, o local tem capacidade para tratar esgoto produzido por 4.000 pessoas e quando a obra for concluída, o volume tratado será o produzido por 10.000 pessoas. “Esta é uma obra que vai atender não apenas os moradores do bairro Horto Florestal, mas de todo o entorno e de bairros novos, como os residenciais São Pedro e São Francisco”, disse o prefeito.

O outro convênio assinado no Fehidro garante a implantação de sistemas complementares de esgoto, com a construção de duas estações elevatórias e 6,8 km de coletores, o que, na prática, vai garantir o “caminho” do esgoto coletado em vários bairros da cidade até a ETE Samambaia, que já está com seu primeiro módulo concluído e deve iniciar em breve a construção do segundo módulo. Para esta obra, o investimento é de R$ 4,1 milhões, somados os investimentos estaduais e a contrapartida do município.

“São Pedro conquista, com estes investimentos, 100% em coleta e tratamento de esgoto. A Estação de Tratamento de Esgoto do Samambaia vai começar a funcionar este ano e o segundo módulo já está licitado”, disse Thiago, destacando a importância dos investimentos.

TURISMO – Os convênios assinados com o Dadetur são para a terceira etapa do Centro de Eventos que está em construção ao lado do Centro de Convenções – R$ 845,8 mil – e para a revitalização do Parque Ecológico Marcelo Golinelli, mais R$ 879,1 mil.

“Todos estes investimentos significativos na área do turismo juntam-se a outras importantes mudanças que impulsionam o desenvolvimento do nosso município, como a duplicação da SP-304. São mudanças que contribuem de maneira significativa também para a geração de emprego e renda”, destacou o prefeito.

 

Translate »