(19) 3481.9200
06/07/2018

Campanha do Saaesp estimula consumo consciente da água

Para incentivar o consumo consciente da água, o Saaesp (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro) lança a campanha “Enquanto a chuva não vem, contamos com você”. O principal objetivo é conscientizar sobre a importância da economia de água e divulgar ações que estimulam o consumo consciente.

“Vamos divulgar informações sobre o uso da água sem desperdício para que a população economize e para que possamos atravessar o período de estiagem sem maiores traumas e sem necessidade de fazer racionamento”, informa o diretor presidente da entidade, Thiago Silva.

As ações serão divulgadas na imprensa e em panfletos distribuídos em vários pontos da cidade, além da entrega que será feita casa a casa pelos leituristas do Saaesp. Um adesivo também será utilizado para incentivar as pessoas a adotarem medidas de economia.

A situação atual dos recursos hídricos já está próxima da crítica. “Fizemos muitos investimentos de grande valor em tratamento, armazenamento e distribuição de água, mas a falta de chuvas registradas nos últimos meses pode prejudicar o abastecimento”, disse.

São Pedro tem hoje 14.171 mil ligações de água e faz, em média, 50 ligações novas por mês. O município consome aproximadamente 12 milhões de litros de água por dia e as fontes de abastecimento são os ribeirões Samambaia, Pinheirinho, do Meio e dez poços artesianos.

CLIMA – A falta de chuva em São Pedro já começa a preocupar, especialmente em relação ao abastecimento de água. O inverno fora dos “padrões”, com temperaturas acima do esperado para a época, evidencia também rios e ribeirões com baixas vazões. Levantamento do Cepagri, da Unicamp, indica que o total de chuvas registrados na região atingiu apenas 60% do esperado no ano e a presença de uma massa de ar seco impede uma mudança nos próximos dias.

Só para se ter uma ideia do tamanho do problema, em maio de 2017, de acordo com registros do Portal Agrometeorológico e Hidrológico do Estado de São Paulo, foram registrados em São Pedro 286,8 mm de chuva. Neste ano, no mesmo período, foram apenas 16,8mm. Em junho, a situação é semelhante. 32,4 mm em 2017 contra apenas 4,4 mm em 2018.

O índice de chuvas abaixo da média histórica deixa em alerta o Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ) sobre possível risco de crise hídrica durante o período de estiagem.

MEDIDAS PRÁTICAS – Para que não falte água na torneira de ninguém, as recomendações são para adoção de medidas que podem significar também economia na conta de água. Reduzir o tempo no chuveiro é uma delas. A redução de um banho de 10 minutos para um de cinco minutos significa economia de 30 a 80 litros de água. Encher a pia para esfregar pratos, talheres e outros utensílios de cozinho é outra dica em busca de economia, que neste caso pode chegar a 10 litros por dia. Para lavar roupas, o ideal é acumular uma quantidade suficiente para utilizar toda a capacidade da máquina de lavar. No caso de utilização do tanque, a torneira deve permanecer fechada enquanto as roupas são ensaboadas e esfregadas. A cada 15 minutos de torneira aberta, o gasto é de 270 litros de água, o dobro de um ciclo completo de lavagem em uma máquina com capacidade de 5 kg.

Há ainda hábitos que são sinônimos de desperdício, mas alguns insistem em praticar, como o uso de mangueira para lavar calçada, prática que pode consumir nada menos que 280 litros de água. Para evitar o consumo excessivo, é preciso usar vassoura e caso haja necessidade, um balde para jogar água que já pode ter sido utilizada, como a dispensada pela máquina de lavar, por exemplo.

Translate »